Intermediários

Processos, ferramentas e ambientes para objetivos subjetivos

O que é invisível a nós? Que coisas escapam aos cinco sentidos, que estão presentes mas não podem ser definidas? Ou seria a pergunta, o que é o invisível?

Um objeto é comum. Porém quando é portador de um poder, o que passa a ser? Um talismã, uma arma, um instrumento? O poder transforma o objeto em um veículo, uma ferramenta que permite ao seu operador realizar o objetivo proposto. Igualmente, uma área quando designada e delimitada passa a ser o espaço que possibilita o acontecimento do objetivo proposto. E interessam também os espaços de fronteiras pouco definidas, como são os espaços emocionais e espirituais, da mesma forma os dos sonhos e os das fantasias. Espaços estes que são abstratos e impalpáveis, que se permeiam e se confundem entre si, onde entramos e de onde saímos constantemente sem nos dar conta.

Os objetos-espaços atuam entre o físico, o psicológico, o emocional e o invisível. São intermediários e como tal passam a depositários de possibilidades, poderes e anseios. Pontuam o silêncio. São ações poéticas que existem no vazio entre as continuidades.

Rodrigo Cardoso, 2006

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Fotos e vídeos da II Regata Ratier de Canoagem Oceânica/2011

Parceiros da II Regata Ratier

A II Regata Ratier foi mesmo memorável. O clima descontraido e a camaradagem botaram o astral lá em cima. O ambiente familiar ainda foi reforçado pela homenagem aos 95 anos de vida do Seu Gomes do Bar Urca. Ninguém pôde ficar indiferente quando os 70 competidores cantaram o parabéns. Simplesmente emocionante! São coisas desse tipo que marcam nossas vidas e consolidam as amizades em geral e, em particular, aquelas feitas com os diversos parceiros locais, atores do teatro Urca.
E para não esquecer mesmo daquele dia, aí vão os links pra ver as imagens.
Os momentos que precederam a largada, a recepção dos competidores, a preparação, o briefing, a prova, a chegada, a premiação, a comemoração, cada instante foi registrado com muita sensibilidade por nossa amiga Carlinha.
Pela lente da Carlota:
o antes
o durante

Tem também os vídeos maneiríssimos do Marcelo Afonso do CCC e do Paulo Cordeiro do Urca Canoe Club no youtube.

E não é tudo. Ainda vão chegar novas fotos, novos ângulos da regata mais charmosa e nutritiva do Rio. A regata do amor.

As fotos da Letícia com cliques da Gegê já chegaram!

As minhas também.



quarta-feira, 18 de maio de 2011

Evento Limpando & Reciclando // Dia Mundial do Meio Ambiente



O Projeto Limpeza Na Praia - IEA comemora 09 anos de sucesso com um Grande Mutirão no dia 28 de Maio, e excepcionalmente no dia 04 de Junho, sábado, na Praia da Barra da Tijuca: Dia Mundial do Meio Ambiente 2011, que ocorrerá das 10 às 13 horas, sábado, quando muitos voluntários estarão retirando das areias cariocas o máximo de resíduos e microlixo. O Evento visa conscientizar a população a descartar estes detritos corretamente em lugares adequados.

- O Evento teve novas adesões: Saquarema, Maricá / Região dos Lagos, e Itacoatiara / Niterói - ver mais detalhes nos Pontos de Encontro.

20.000 sacolas plásticas degradáveis serão distribuídas nas praias do Rio de Janeiro – (vale ressaltar que a utilização destas sacolas ajuda a minimizar o forte impacto do Aquecimento Global).
Todos estão convidados a participar!!

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Rack para transporte de caiaques

Troca de ideias no fórum do CCC.

Fala Galera,

Gostaria de indicações sobre qual modelo de rack comprar e onde comprar. A intenção é transportar 2 caiaques, de aproximadamente 20Kg cada, sobre um gol.
Outras dúvidas...
Aquelas fitas com uma fivela para prender o caiaque são confiáveis?
Em se tratando de uma viagem, devemos amarrar a proa e a popa dos caiaques nos para-choques?
Os caiaques devem ser transportados com o casco para cima ou para baixo?

Valeu, abraços.

Daniel.

***
O melhor é o trule mas é bem carinho. Um genérico bom é o wave da ecmax. Comprei na rua Escobar, São Cristóvão onde vi o melhor preço.
Trule mais ou menos 700 e o ecmax mais ou menos 380.
As fitas adiantam muito mais do que extensores. Extensores para o centrosão perigosos. Bastam duas fitas bem presas no centro e dois extensores segurando as pontas do caiaque na frente e atrás.
Não se esqueça da bandeirinha vermelha no rabo do caiaque.
Os produtos da halau são bem legais, dá uma olhada no google. Tem fitas e protetores de racks muito bons e com preços ótimos!
acho que é http://www.halau.com.br/  ou coloca um outrriger no meio, sei lá... tem o logo no www.trilhasdomar.blogspot.com o blog do Rodrigo.

Beijos


***
O jeito mais fácil de danificar um caiaque é no transporte. Remando dificilmente vc consegue tal proeza, tirando o Fitaroni e o Marquinho, claro! J
O ideal é ter um suporte de caiaque que acomode ele direito (ou de lado ou de casco pra baixo) e fique bem preso, sem danificar o barco. Ou dá pra fazer um berço de madeira ou espuma EVA no mesmo formato do casco ou onde vc queira apoiá-lo.
Como a Flávia disse, sem dúvida o http://www.thule.com.br/ é o melhor, com 5 anos de garantia, bem mais prático, mas é bem caro. Eu tenho até um descontinho lá. Eu pessoalmente já tive 3 racks da long life, que costumava ser bem forte tb, mas os últimos desintegraram na ferrugem muito rápido. Hoje sou mais da filosofia de ter algo melhor que vai durar bem mais e deixar tudo mais seguro.
O eqmax é honesto tb, mas só tem pra carregar o caiaque de lado, que não é problema nenhum.

T+

Fuchs
***
Tenho um eqmax comum, não específico para caiaque, e carrego tranquilo 2 caiaques que com uma boa amarração nem mexem, mas 1 é o ideal. O eqmax além de ser pau para toda obra não enferruja e conforme o Fucks observou, tem um preço honesto.

Abraços

Helio.

Remada da Invernada - Marajó 2011

Fotos da remada dos amigos canoistas de Belém.
http://www.youtube.com/watch?v=72vZx-9bWFk



segunda-feira, 9 de maio de 2011

Resultados da II Regata Ratier - Troféu Seu Gomes





Apoio



Caiaque Oceânico Duplo Masculino
1° - Bruno Fitaroni e Marcos Klippel - 27' 56''
2° - Raffael Roiffeé e Guilherme Copetti - 31' 50''
3° - Tuffi Assafir e Fernando Schechner - 35' 00''
4° - Augusto Marques e Ricardo Frutuoso - 37' 07''

Caiaque Oceânico Duplo Misto
1° - Eliane Filgueira e Ronaldo Chiarelli - 35' 10''
2° - Gustavo Penha Dias e Ana Maria Figueira - 35' 50''

Caiaque Oceânico Master Masculino
1° - Antônio Joaquim - 36' 44''
2° - Milton Ornelas - 36' 55''
3° - Ivan Viana - 38' 22''
4° - Marcelo Xavier - 55' 41''

Caiaque Oceânico Senior Masculino
1° - Vinicius de Araujo - 33' 46''
2° - Marcus Alexandre Junior - 34' 25''
3° - Raphael Ramires - 39' 17''
4° - Vinicius Palermo - 41' 42''

Caiaque Turismo Master Feminino
1° - Flávia Samel - 40' 26''

Caiaque Turismo Master Masculino
1° - Átila Linhares - 35' 54''
2° - Alexandre Fitaroni - 36' 16''
3° - Haroldo Gomes - 46' 45''

Caiaque Turismo Senior Masculino
1° - Eric Belchior - 35' 22''
2° - Maycon Robertson - 36' 17''
3° - Diogo Cardoso - 36' 35''
4° - Rafael Amaral - 37' 32''
5° - Renan Rezende - 39' 54''
6° - Walter Moreira - 40' 20''
7° - Raoni Paixão - 41' 07''
8° - Gabriel Oliveira - 41' 41''
9° - Jander Feitosa - 41' 50''
10° - Mario Henrique - 42' 06''
11° - Guilherme Siqueira - 43' 15''
12° - Hebert Patrocínio - 48' 48''

Caiaque Surfski Master Masculino
1° - Augusto Carlos "Biga" Lima - 29' 54''
2° - Edson Freitas - 33' 26''

Caiaque Surfski Senior Masculino
1° - Pedro Ceglia - 28' 53''
2° - Maurício Montealto - 30' 00''
3° - Danilo Balbi - 31' 00''

V2 Open Masculina
1° - Carlos Machado e Jorge Freitas - 28' 01''

V2 Open Feminina
1° - Tereza Durão e Fernanda Aguião - 32' 00''
2° - Bruna Duarte e Ester Cotrim - 33' 18''

V2 Open Mista
1° - Andreia Trigo e Leonardo Santi - 29' 00''
2° - Gustavo Sindeaux e Renata Leitão - 30' 00''
3° - Luiza Perin e Dave - 30' 40''

V1 Master Masculina
1° - Carlos Ribeiro "Chinês" - 29' 00''
2° - Nicolas Bourlon - 29' 09''

V1 Senior Masculina
1° - Reginaldo Willian - 28' 56''
2° - Gean Lopes - 31' 20''
3° - Juliano Prado - 35' 17''
4° - João Paulo Thomaz - 38' 45''

V1 Master Feminina
1° - Letícia Lana - 37' 27''
2° - Deborah Zambrotti - 37' 28''

V1 Senior Feminina
1° - Silvia Hargreaves - 34' 51''
2° - Clarissa Hugget - 42' 49''

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Regata Ratier 2011

Acontece nesse sábado, dia 7 de maio, na Praia da Urca, a II Regata Ratier de Canoagem Oceânica.
Abertura da secretaria às 7. Largada às 9.
Não Percam!!!


Apoio:







terça-feira, 3 de maio de 2011

Vencedores da Taça Comodoro

De Comunicação Canoagem imprensa@cbca.org.br



Aconteceu neste fim de semana na Praia da Urca, no Rio de Janeiro, a 7ª edição da prova de Va´a da Taça Comodoro 2011, que este ano também foi palco da prova Va’a Hoe Brasil 2011 – 1ª edição da Etapa Sul-americana do Circuito Mundial de V1 longa distância e pela primeira vez também contou com provas de caiaque oceânico individual e surfski.


O destaque desta edição foi o domínio dos atletas paulistas no V6 Masculino e Feminino, principais provas do evento. No Masculino a Equipe Samu, de São Paulo, ficou em primeiro lugar com o tempo de 01:04.18, cerca de um minutos antes da equipe carioca Rio Va´a – Iate Clube do Rio de Janeiro, segunda colocado com o tempo de 01:05.19. Em terceiro lugar ficou a equipe Hui Wa´a Cabo Frio, de Cabo Frio, com 01:07.42. O recorde da prova permanece com a equipe Rio Va´a, do Rio de Janeiro, com o tempo de 01:03.45 na Taça Comodoro de 2008.



Já no V6 Feminino a equipe campeã foi Kimi Lokini, de Santos/SP, com o tempo de 01:19.48. A segunda colocação ficou com a Praia Vermelha Va´a 1, do Rio de Janeiro, com 01:23.27; e em terceiro a equipe do Clube Náutico de Cabo Frio com 01:24.47. O recorde na prova é da equipe de Cabo Frio que marcou 01:19.48 na Taça Comodoro de 2009.

Na prova de V1R com leme Masculina Open, o vencedor foi Luiz Guida (São Paulo, SP) que completo o percurso de 27km em 02:39.40 e na prova V1 sem leme Masculina Open o vendedor foi Sergio Prieto (São Paulo, SP) com tempo de 02:50.05.



Na prova V1R com leme Feminina Open a vendedora foi Dayone Rossi (Cabo Frio, RJ) com tempo de 01:11.53 no percurso de 10 km. Na prova de Surfski Masculino o vencedor foi Marcelo Magnanini (Santos, SP) com 01:24.07 (percurso de 13 km).

O vencedor da prova V1 Paraolímpico Longa Distância (percurso de 13 km) foi José Agmarino Coelho (Curitiba, PR) – 01:53.01 e o vencedor da prova de V1 Paraolímpico Curta Distância (500 m) foi Luciano Meirelles (Rio de Janeiro).



A Taça Comodoro 2011 também contou com provas de V1R com leme, V1 sem leme, Caiaque Oceânico, Surfski e V1 Paraolímpico; para masculino e feminino; máster, open e junior.

A prova Va’a Hoe Brasil - Taça Comodoro ICRJ 2011 é regulamentada pela Federação Internacional de Va’a (FIV), pela Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa - Comitê de Va’a) e pela Federação de Canoagem do Estado do Rio de Janeiro (FECAERJ), com promoção do Rio Va’a Clube e o Iate Clube do Rio de Janeiro – Escola de Desportos Náuticos (EDN).




Vencedores da Taça Comodoro 2011

Distância 27,20 km
V1R com leme Masculina Open – Luiz Guida – 02:39.40
V1R com leme Masculina Master – Carlos ‘Chinês’ – 02:47.50
V1 sem leme Masculina Open – Sergio Prieto – 02:50.05
V1 sem leme Masculina Master – Paulo Pinheiro Guimarães – 03:31.10

Distância 10,20 km
V1R com leme Feminina Open – Dayone Rossi – 01:11.53
V1R com leme Feminina Master – Maria Paula Alves – 01:13.40
V1R com leme Masculina Junior – Andre Cerreti – 01:11.52

Distância 13,25 km
V6 Masculina Open – Equipe Samu/SP – 01:04.18
Recorde: Rio Va´a – 2008 – 01:03.45
V6 Feminina Open – Equipe Kimi Lokini, Santos/SP – 01:19.48
Recorde: Clube Náutico Cabo Frio – 2009 – 01:19.08
Caiaque Masculino – Ronaldo Chiarelli – 01:44.18
Caiaque Feminino – Rayssa Correia – 01:58.09
Surfski Masculino – Marcelo Magnanini – 01:24.07
V1 Paraolímpico Longa Distância – José Agmarino Coelho – 01:53.01

Distância 500m
V1 Paraolímpico Curta Distância – Luciano Meirelles – 03:00.01





Confira todas as informações e resultados completos do evento no link:
http://www.cbca.org.br/newcbca/evento/index/eventos_id/364