Intermediários

Processos, ferramentas e ambientes para objetivos subjetivos

O que é invisível a nós? Que coisas escapam aos cinco sentidos, que estão presentes mas não podem ser definidas? Ou seria a pergunta, o que é o invisível?

Um objeto é comum. Porém quando é portador de um poder, o que passa a ser? Um talismã, uma arma, um instrumento? O poder transforma o objeto em um veículo, uma ferramenta que permite ao seu operador realizar o objetivo proposto. Igualmente, uma área quando designada e delimitada passa a ser o espaço que possibilita o acontecimento do objetivo proposto. E interessam também os espaços de fronteiras pouco definidas, como são os espaços emocionais e espirituais, da mesma forma os dos sonhos e os das fantasias. Espaços estes que são abstratos e impalpáveis, que se permeiam e se confundem entre si, onde entramos e de onde saímos constantemente sem nos dar conta.

Os objetos-espaços atuam entre o físico, o psicológico, o emocional e o invisível. São intermediários e como tal passam a depositários de possibilidades, poderes e anseios. Pontuam o silêncio. São ações poéticas que existem no vazio entre as continuidades.

Rodrigo Cardoso, 2006

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Resultados da IV Regata Ratier - 3° Troféu Seu Gomes de Canoagem Oceânica

Prezados amigos.
Desculpem pela demora na divulgação dos resultados finais. Foram muitos competidores inscritos e muitas categorias diferentes, de forma que a apuração terminou se complicando um pouco. Mas, enfim, segue abaixo a lista completa.
Aproveitamos para agradecer mais uma vez a todos os competidores pela participação e pela paciência  que tiveram conosco, os organizadores. Obrigado por perdoarem nossas falhas e por nos deixarem felizes com o resultado final do evento. Ainda temos muito o que aprender e melhorar, mas de uma maneira  geral ficamos satisfeitos com o que pudemos realizar.

Muito obrigado aos parceiros: Bar Urca; Associação de Moradores da Urca; Opium Caiaques e Canoa Brasil; Hoteis Othon; Estação Bem Estar; All Security; Art Hostel e Pouso do Atobá; Instituto Mar Adentro e Projeto Ilhas do Rio; Subprefeitura da Zona Sul e Ânimaverde pela confiança e apoio.
Obrigado também aos amigos do Clube Carioca de Canoagem que voluntariamente abraçaram a causa trazendo para si a responsabilidade de cumprir as inúmeras tarefas necessárias à concretização de um evento desse tipo. Somos todos amadores no sentido mais simples da palavra. Nós amamos tudo isso.
Valeu, gente!!!
E até o ano que vem ! 


CAIAQUES INDIVIDUAIS

TURISMO - MASCULINO JUNIOR (até 18 anos)
1° - João Pedro Santos Gonçalves - 38:29,5
2° - Matheus Andrade Maia Vinhas - 38:55,7
3° - Jônatas Dutra Gomes - 39:08,8
4° - Luís Fellipe Dias Monteiro  - 43:11,8
5° - Arthur dos Santos Souza  - 43:23,0
6° - Cristiano dos Santos Paiva - 49:05,8

TURISMO - MASCULINO SENIOR (19 a 34 anos)
1° - Eric de Souza Belchior - 36:23,9
2° - Diogo Vinicius Lima Cardoso - 37:46,8
3° - Rapahel Cavalcanti Rebechi de Moura - 38:11,6
5° - Rafael Abrantes Machado - 38:45,6
6° - João Pedro Rodrigo Gomes - 39:28,5

TURISMO -  MASCULINO MASTER (35 a 44 anos)
1° - Andre Luiz Viviani de Abreu - 36:49,9
2° - Paulo Peltier Fucci - 40:35,1
3° - Jose Carlos Villas Boas Junior - 41:32,1
4° - Alexandre Sandre Martins - 41:33,1

TURISMO - MASCULINO SUPER MASTER (acima de 44)
1° - Robeto Milita - 41:21,3
2° - Haroldo Pereira Gomes - 48:55,5

OCEÂNICO - MASCULINO JUNIOR (até 18 anos)
1° - Gustavo Diniz Leite de Aquino - 37:01,6

OCEÂNICO - MASCULINO SENIOR (19 a 34 anos)
1° - Fellipe kizu - 38:28,8
2° - Claudio Inzunza - 38:53,0
3° - Bernard Souza Gomes - 39:16,3

OCEÂNICO - MASCULINO MASTER (35 a 44 anos)
1° - Juan Galdames - 40:05,4
2° - Leonardo Villete - 52:39,9

CAIAQUES DUPLOS

OCEÂNICO - MASCULINO OPEN (todas as idades)
1° - Andre Medeiros/Philipe Campello - 29:17,6
2° - Guilherme de Jesus/João Claudio Carneiro - 29:21,2
3° - Gabriel da Silva/Rafael Montenegro Luiz - 30:04,6
4° - Luiz Felipe Aguiar/Roger Araujo de Jesus - 30:56,4
5° - Daniel E. de Souza Farache/Guilherme Meirelles - 34:20,5
6° - Andre Ormond/Renato Lent Santos - 35:26,7
7° - Paulo Ricardo Pereira Amaral Jr/Rodrigo Correa - 37:27,6
8° - Gabriel Geluda/Leo Geluda - 37:57,6

OCEÂNICO - MISTO OPEN (todas as idades)
1° - Bruno Fitaroni/Deborah Zambrotti - 32:44,3

SURFSKIS INDIVIDUAIS

MASCULINO SENIOR (19 a 34 anos)
1° - Carlos Eduardo de Souza Oliveira - 30:29,0
2° - Pedro Ceglia - 31:18,8
3° - Danilo Balbi - 31:36,4

MASCULIINO MASTER (35 a 44 anos)
1° - Dave MacKnight - 28:40,0
2° - Gustavo Penha Dias - 34:27,0
3° - Leonardo Carneiro - Evo - 36:13,2

MASCULINO SUPER MASTER (acima de 45 anos)
1° - Augusto Carlos Moreira - 31:12,2
2° - Milton Ornelas - 33:20,6
3° - Ronaldo David Chiarelli - 34:12,2

SURFSKIS DUPLOS

MASCULINO OPEN  (todas as idades)
1° - Bruno Marques/Luiz Enrique Leão - 34:07,6

MISTO OPEN (todas as idades)
1° - Lorena Mossa/Antonio Magnago - 35:47,1

CANOAS INDIVIDUAIS

COM LEME - MASCULINO MASTER (20 a 40 anos)
1° - Reginaldo William Birkbeck - 30:37,7
2° - Fabio Bruno Rodrigues Ganime - 32:17,9
3° - Leonardo Monte - 32:39,4
4° - Rafael Silva Souza - 33:54,3
5° - Paulo Fragomeni Simon - 37:30,7

COM LEME - MASCULINO SENIOR MASTER (41 a 50)
1° - Pedro Pedrosa - 32:10,8
2° - Jailson Tavares da Silva - 34:03,4
3° - Pedro Ernesto de Almeida - 47:53,9

COM LEME - MASCULINO MASTER OURO (51 a 60 anos)
1° - Clovis Bordini Racy Filho - 34:39,0
2° - Francisco Guilherme Marins Carrico - 36:17,7
3° - Marcelo Luztosa - 37:28,7

COM LEME - FEMININO MASTER (20 a 40 anos)
1° - Gabi Latini - 35:59,8
2° - Silvia Hargreaves - 36:43,4
3° - Carol MacKnight - 36:54,2
4° - Haissa Lopes Carloni - 38:30,0
5° - Tatyana Vieira - 40:23,9
6° - Paula Juracy Machado - 41:16,6
7° - Hiorrana de Arraial do Cabo - 41:25,5
8° - Ilana Frydman - 42:02,9
9° - Lidiane Goncalves - 44:46,8

COM LEME - FEMININO SENIOR MASTER (41 a 50 anos)
1° - Luciana da Costa - 47:54,6

COM LEME - FEMININO MASTER OURO (51 a 60 anos)
1° - Victoria Birkbeck - 41:56,3
2° - Arinete Arzua - 58:16,2

SEM LEME – MASCULINO OPEN (todas as idades)
1° - Caio Ribeiro de Carvalho – 30:07,0
2° - Nicolas Bourlon - 31:37,4
3° - Jorge Souza de Freitas - 31:42,5
4° - Carlos Jose Lopes Ribeiro - 32:07,5
5° - Ricardo Moreira - 32:19,8
6° - Leonardo Ghisoni - 36:20,3

SEM LEME – MASCULINO MASTER (a partir de 40 anos)
1° - Nicolas Bourlon - 31:37,4
2° - Jorge Souza de Freitas - 31:42,5
3° - Carlos Jose Lopes Ribeiro - 32:07,5
4° - Ricardo Moreira - 32:19,8
5° - Leonardo Ghisoni - 36:20,3

SEM LEME – MASCULINO PARAVA’A
1° - Caio Ribeiro de Carvalho – 30:07,0
2° - Leonardo Ghisoni - 36:20,3

CANOAS DUPLAS

MASCULINO OPEN (todas as idades)
1° - Fabio Muniz/Max de Moura - 29:29,4
2° - Fernando Gavazzoni/Irio Dutra - 30:22,4
3° - Carlos Machado/Jose Eduardo Kastrup - 31:52,6

FEMININO OPEN (todas as idades)
1° - Heloisa Affonso/Sonia Cristina Ferrari - 37:52,2
2° - Manoela Dantas/Tereza Durão - 38:11,6

MISTO OPEN (todas as idades)
1° - Leticia Otero Lacoste/Thiago Silva - 30:22,7
2° - Alisa Lalor/Bruno Couto Rocha - 30:38,3
3° - Hugo Fumian/Ester Cotrim - 30:51,1
4° - Gustavo Sindeaux/Renata Leitão - 31:26,4
5° - Cristiano de Oliveira/Leticia Cunha Lana - 31:59,7
6° - Felipe Rocha/Paola Viniegra - 32:20,1
7° - Caio Martins/Monique Marins - 32:57,1
8° - Gisele Pereira Barros/José Rodrigo Rangel - 34:56,1
9° - Andre Souza Silva/Stanislava Hladisova - 34:59,7
10° - Bernardo de Almeida/Thaina Malhão - 36:17,2
11° - Leticia Mendez/Márcio Catarino - 36:57,1

MASCULINO JUNIORES (até 18 anos)  
1° - Léon Bourlon/Thomas Bourlon - 40:59,1

Nenhum comentário:

Postar um comentário