Intermediários

Processos, ferramentas e ambientes para objetivos subjetivos

O que é invisível a nós? Que coisas escapam aos cinco sentidos, que estão presentes mas não podem ser definidas? Ou seria a pergunta, o que é o invisível?

Um objeto é comum. Porém quando é portador de um poder, o que passa a ser? Um talismã, uma arma, um instrumento? O poder transforma o objeto em um veículo, uma ferramenta que permite ao seu operador realizar o objetivo proposto. Igualmente, uma área quando designada e delimitada passa a ser o espaço que possibilita o acontecimento do objetivo proposto. E interessam também os espaços de fronteiras pouco definidas, como são os espaços emocionais e espirituais, da mesma forma os dos sonhos e os das fantasias. Espaços estes que são abstratos e impalpáveis, que se permeiam e se confundem entre si, onde entramos e de onde saímos constantemente sem nos dar conta.

Os objetos-espaços atuam entre o físico, o psicológico, o emocional e o invisível. São intermediários e como tal passam a depositários de possibilidades, poderes e anseios. Pontuam o silêncio. São ações poéticas que existem no vazio entre as continuidades.

Rodrigo Cardoso, 2006

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Festa Julhina na Fazenda da Serra



Amigos do Mar

Nos dias 13 e 14 de JULHO estamos organizando um Arraiá na Fazenda da Serra.
A ideia é confraternizar com direito a comilança, dança, e, se houver uma boa adesão, música ao Vivo com o grupo Mão de Mar do amigo Edu Feijó!!!!!!
Para podermos reservar a data dos músicos é preciso confirmações antecipadas, por isso o adianto da organização....
O valor da fazenda com alimentação é de 200,00 por pessoa, COM show o valor passa pra 250,00. Precisamos de um mínimo de 40 pessoas!!!!!
Temos apenas 20 aptos, Vamos que vamos!!!!!!!!!!!!!!!!
Segue o flyer do conjunto, eles estão no youtube caso queiram conhecê-los!!!! 
Aguardo por vocês!!!!!!!!!!!
bjo
Teté


Maria Ester Cotrim
Cel 21 93110135

ester.cotrim@gmail.com




Nenhum comentário:

Postar um comentário